Notícias

Realizada primeira defesa de dissertação do Mestrado em Educação – PPGEDU URI / IBG

publicado em 26 de maio de 2021

Dois anos depois da firmação de uma parceria entre URI e Faculdade IBG, de Rondonópolis–MT, por meio do Programa de Cooperação Interinstitucional (PCI), a primeira turma formada a partir do convênio entre as duas universidades iniciou as defesas de dissertação no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU).

A 124ª sessão de defesa de dissertação ocorreu na tarde de segunda-feira, 24. A mestranda Marijane de Oliveira Soares defendeu sua dissertação “Expectativas de Alunos do Ensino Médio de Rondonópolis-MT quanto ao Uso de Tecnologias Digitais na sua Formação”, avaliada pela Banca Examinadora composta pelos  professores: Profª. Drª. Ana Paula Teixeira Porto – Orientadora/URI, Profª. Drª. – Lucia Maria Martins Giraffa – PUC/RS, Profª. Drª. Elisabete Cerutti – URI.

O trabalho de Marijane consolida uma trajetória de investimento pessoal na Formação Acadêmica, já que a estudante desenvolveu um estudo inédito em sua cidade: uma pesquisa com alunos do terceiro ano do Ensino Médio quanto a suas expectativas em relação ao uso de tecnologias digitais sem sala de aula. Segundo Marijane, “o mestrado mudou minha vida, trazendo novos motivos para investir na educação”.

Para a professora Elisabete Cerutti, membro da banca e Diretora Acadêmica da URI, o momento dessa primeira defesa da Turma PCI é muito especial. “Vibramos com a nossa primeira banca de defesa da turma URI/IBG, como um grande presente a todos nós!  A comprovação de que o conhecimento muda sua vida, que não há fronteiras para o saber e que com dedicação e profissionalismo conseguimos vencer quaisquer adversidades. Para a URI em parceria com o IBG, foi a demonstração de um fato histórico e notável e como banca, meus sinceros cumprimentos à Mestre Marijane e para minha colega Ana Paula, Doutora que sabe ser uma competente e humana orientadora.”

Para o PPGEDU, o momento também sinaliza sua superação ao ter sua primeira turma interinstitucional, sinalizando novos formatos de ensino e aprendizagem para além do espaço geográfico do Estado do Rio Grande do Sul. Além disso, mostra sua habilidade de reinventar-se, uma vez que, em decorrência da pandemia, praticamente a maioria das aulas ofertadas a esses alunos foi na modalidade on-line síncrona, com orientações de pesquisa também realizadas pelas plataformas virtuais, assim como eventos e bancas.

Um trabalho cujos primeiros resultados são positivos, mostrando potencialidades de novos caminhos para a formação ofertada pelo Programa, mas sobretudo são resultados que assinalam a qualificação da equipe em processos educativos em que a presencialidade física não é fator determinante para uma formação diferenciada.

Nos próximos dias, novas defesas de alunos da turma URI/IBG ocorrerão, de forma ao Programa atender também aos prazos definidos pela CAPES e todos os requisitos de avaliação.

Rondonópolis, 26 de maio de 2021.