Notícias

As habilidades mais relevantes do mercado de trabalho – e as mais difíceis de encontrar

publicado em 25 de agosto de 2017

Com a constante competitividade no mercado de trabalho, sempre existem aqueles profissionais que se destacam por deterem um conhecimento dominado por poucos, ou por manterem uma determinada postura diante dos problemas. Uma nova pesquisa da Affero Lab, consultoria de educação corporativa descobriu quais as habilidades mais difíceis de serem encontradas nos profissionais, e que atrasam as contratações nas empresas.

A conclusão da pesquisa, de maneira geral, é que as habilidades mais difíceis de encontrar são as mais importantes, segundos os recrutadores, por isso o alto índice de desemprego.

Para o estudo, 312 profissionais de diferentes empresas foram entrevistados entre abril e maio de 2016. Do total, 52,4% são da área de recursos humanos, 13,1% são gestores e 10,7% são das áreas de vendas e marketing. Ainda segundo o estudo, 55,4% dos profissionais atua em empresas com até 500 funcionários, e 20,3% em organizações com até 5 mil funcionários.

Foram elaboradas duas listas: uma com as habilidades mais difíceis de serem encontradas, e outra com as mais procuradas. Veja:

Habilidades mais difíceis de serem encontradas e índice de escassez (0-5)
1) – Resolução de problemas complexos – 4,03
2) – Pensamento crítico – 3,63
3) – Atitude empreendedora – 3,56
4) – Criatividade – 3,56
5) – Habilidade para trabalhar com diferentes culturas – 3,52
6) – Habilidade para comunicação oral e escrita – 3,48
7) – Raciocínio lógico – 3,39
8) – Facilidade para se relacionar – 3,34
9) – Facilidade de aprender – 3,28
10) – Habilidades matemáticas e numéricas – 3,08

Habilidades mais procuradas
1) – Facilidade para se relacionar
2) – Facilidade de aprender
3) – Habilidade para comunicação oral e escrita
4) – Pensamento crítico
5) – Criatividade
6) – Resolução de problemas complexos
7) – Habilidade para trabalhar com diferentes culturas
8) – Atitude empreendedora
9) – Raciocínio lógico
10) – Habilidades matemáticas e numéricas

Para o CEO da Affero Lab, Alexandre Santille, a principal conclusão da pesquisa para os brasileiros é a necessidade de não se tornar um “sedentário” na carreira, uma vez que as organizações estão cada vez mais exigentes na hora de contratar e, por isso, exigem habilidades que poucas pessoas têm. “Mais do que nunca, é importante investir em qualificação e nunca se acomodar”, conta.

O especialista explica ainda o porquê da competência “resolução de problemas complexos” ser tão importante para os recrutadores. Segundo Santille, o universo dos negócios é cada vez mais pautado pela complexidade, exigindo profissionais capazes de lidar com situações ambíguas, e que mudam todos os dias.

Fonte: Infomoney